Uso indiscriminado de suplementos alimentares

Cada vez mais pessoas recorrem ao uso de suplementos alimentares, porém muitas vezes sem orientação profissional. Ouvem de amigos que tomaram e tiveram bons resultados ou viram em revistas ou na internet que poderiam ser bons aliados na perda de peso, aumento da massa muscular ou melhora em alguma condição de saúde.

O nível de stress, prática de atividades físicas e a falta de tempo para ter uma alimentação equilibrada criam uma demanda maior por nutrientes específicos e por isso muitas pessoas recorrem ao uso dos suplementos alimentares, frequentemente sem orientação de um nutricionista.

Os suplementos alimentares são compostos retirados de alimentos e plantas, que têm o objetivo de complementar o fornecimento de nutrientes diário da dieta. Então, pode-se pensar em por que não consumir esses compostos apenas através da alimentação. Na realidade isso vai depender de qual é o objetivo e a dosagem necessária de cada substância para alcançar o resultado almejado.

Vitaminas e minerais podem agir entre eles de forma sinérgica, ou seja, um ajuda a absorção e utilização dos outros, ou de forma antagônica, atrapalhando a absorção dos outros. Geralmente os nutrientes estão dispostos de forma sinérgica nos alimentos. Porém, pode ocorrer de a quantidade necessária de determinado nutriente ser muito alta para ser obtida apenas através do consumo dos alimentos que são fontes do mesmo.

Vamos a um exemplo prático, a whey protein que é um dos suplementos mais utilizados por praticantes de atividades físicas. Trata-se da proteína do soro do leite de vaca concentrada, hidrolisada e/ou isolada. Para se obter 30g dessa proteína (1 dose) são necessários 6360 litros de leite de vaca, o que torna inviável sua obtenção pela alimentação.

Dependendo da situação o uso de suplementos é altamente recomendável e se torna um artifício muito bom para auxiliar a alcançar os objetivos almejados, desde que aliado à uma dieta equilibrada. Porém, o uso indiscriminado de alguns suplementos pode trazer riscos à saúde, como sobrecarga cardíaca, renal (rins), hepática (fígado) e até mesmo aumento do risco para desenvolvimento de alguns tipos de cânceres.

Antes de procurar uma loja especializada, os pacientes devem pedir ajuda de um profissional para determinar que tipo de suplemento deve ser consumido. Muitas vezes os vendedores desse segmento não tem o conhecimento teórico aprofundado no tema e acabam por indicar o consumo de vários suplementos de uma vez, muitas vezes desnecessariamente, porém para eles é interessante, pois os clientes gastarão mais em suas lojas.

Então, para acelerar o alcance dos seus objetivos de forma segura e não gastar dinheiro à toa, a melhor forma de utilizar os suplementos alimentares é procurar auxilio de um profissional nutricionista que irá avaliar a necessidade da inclusão dos mesmos em um dieta equilibrada e individualizada.

No próximo post irei dar alguns exemplos de suplementos alimentares, falando sobre o que são e quais os riscos do seu consumo de forma excessiva.

WhatsApp chat